top of page

Vamos falar da primeira vez?

Com certeza a minha primeira vez no OFF ROAD não foi um sonho. Mas foi uma experiência inesquecível que me serviu como aprendizado para muitas outras trilhas e para começar a fazer grandes amizades. Já contei no meu instagram que meu primeiro carro 4×4 foi um Vitarinha de segunda mão. Foi a realização de um sonho quando ele chegou pra mim, coisa de criança pequena quando ganha um velotrol ou uma bike, assim eu me sentia como o meu Vitarinha. Com uma semana de carro na mão já me mandei para uma trilha em Camaçari. Genteee, vocês não fazem noção da minha cara ao chegar naquele universo totalmente novo pra mim. Fui na cara e coragem. Simplesmente soube de uma tal de trilha do boné e me mandei sozinha. Minha única experiência era das trilhas que pegava no trabalha com os carros utilitários da empresa, mas trilha com a galera de off road eu nunca tinha ido. Mas lá estava Lu, toda desambientada tentando disfarçar a insegurança e falta de jeito naquela imensa fila de carrões totalmente equipados. E foi aí que tudo começou… carros equipados. Eu não sabia que tipo de equipamento mínimo um carro tinha que ter para enfrentar uma trilha com lama e água. Simplesmente me joguei e atolei. Isso mesmo! Segui o fluxo da galera e tentei fazer igual, mas fique lá… com a água enchendo o carro e eu com cara de pastel sem saber o que fazer. Mas conheci uma galera fora de série, meus mestres, me salvaram desse primeiro mico de muitos. Com toda experiência e paciência do mundo me disseram: “bem vinda ao Off Road”! E aproveitaram para me dar uma aula de itens básicos para iniciantes e um puxão de orelha bem sútil. Foi assim que comecei a entender que aquele esporte era um mundo gigante e que eu teria um longo caminho pela frente, a começar pelos itens básicos que o meu carro não tinha. Depois de desatolar e secar a água que inundou o carro, corri para instalar o rádio, a cinta, a anilha e o pneu lameiro, para começar a brincadeira de gente grande!

Comments


bottom of page