top of page

Vamos ali na Chapada? Os meninos da @triton4x4club foram…

Dando continuidade à minha tarefa de “roteirista” dos aventureiros da Expedição Itamotors e Triton 4×4, dessa vez vamos sair dos pontos turísticos de Salvador com destino à Chapada Diamantina. Para quem não leu o texto anterior, vou relembrar: os três aventureiros, Rogério, Julio e Felps, estavam na missão de rodar 6 mil quilômetros em 13 dias, e eu entrei nessa aventura porque ajudei a montar o roteiro da expedição, e convoquei  Cowboy para guiá-los no Jalapão e na Chapada. Fizemos o Jalapão e de lá eles continuaram no roteiro deles e nós voltamos para aguardá-los em Salvador – Bahia!

Ah que bom vocês chegaram… Sejam bem vindos à Salvador

E depois de muito barro, areia, lama e quilômetros percorridos, os tritonzeiros chegaram na terrinha de todos os santos e axé, e claro que aqui os amigos são recebidos com festa! E se vocês acharam que o cardápio era caprichado no dendê, erraram, foi churrasco mesmo. O dendê ficou para o dia seguinte…

Trilha urbana turística

A missão: conhecer Salvador em menos de um dia. IMPOSSÍVEL!!! Mas fiz o possível para eles irem a lugares que são inesquecíveis: Igreja do Bonfim, Ponta de Humaitá, Elevador Lacerda e Pelourinho, onde tivemos a sorte de ver o esquenta do Olodum para o jogo da Copa que iria rolar mais tarde. Aí foi problema… o batuque do Olodum é igual a feitiçaria, te encanta, te aprisiona e te deixa apaixonado. Faz como? Não faz! Terão que voltar de novo para curtirem essa batida com calma, afinal de contas o roteiro era longo até chegarmos em lençóis na Chapada.

Na Chapada

Tour finalizado com uma mariscada caprichada no dendê, foi hora de pegar a estrada de novo. E lá fomos nós rumo a meu lugar do coração- Chapada Diamantina. Com direito a pôr de sol e nascer da lua cheia, chegamos já de noite em Lençois. Seguindo a dica de@igorportela, integrante do T4x4C-BA que se juntou ao comboio para nos ajudar a guiá-los pela Chapada, dormimos no hotel de Lençois.   Super indico essa hospedagem!

Acordamos cedo novamente e às 9h já estávamos na estrada rumo a Mucugê.  Aproveitando o caminho, paramos no poço do Diabo e na Pratinha. Começamos o dia com um pequeno trekking, mas teve gente que sofreu muito com os efeitos da pimenta e do dendê do dia anterior, a caminhada pareceu infinita pra “ele”.  Para amenizar o pequeno esforço, rolou  um mergulho nas águas geladas na  Caverna da  Gruta Azul  na fazenda Pratinha.  E após muitas fotos, deu para eles sentirem “de leve” um tantinho das belezas que a Chapada nos reserva.

Seguimos pela estrada que margeia a serra do Sincorá, passando por Guiné, ate chegar em Mucugê. Lugares de paisagem sem igual! Chegamos já de noite em Mucugê e ainda deu tempo de uma resenha no jantar.  De manhã, a parte mais difícil dessa missão… após   uma visita ao Cemitério Bizantino , nos despedimos dos nossos aventureiros  Julio, Rogerio e Felps. Vontade de seguir com eles para finalizar a expedição não faltou rsrsrsrs.

O que fica disso tudo

De toda essa correria boa, uma das coisas que mais chamou atenção da galera do grupo @triton4x4club foi a quantidade de gente bacana do Brasil todo reunida em torno de uma aventura. Fica aqui a certeza que uma marca construída em bases sólidas e com histórias boas para ouvir, ver, contar e participar só tende a gerar bons frutos sempre. Parabéns, Itamotors, por proporcionar essa experiência incrível  aos meus amigos tritonzeiros. Quando tiver outra aventura dessa  lembrem da #Brutinha aqui!

Kommentarer


bottom of page