top of page

Viajar sozinha é libertador. Encarar a estrada sozinha é necessário!

Apesar de estarmos em 2020, viajar sozinha ainda é um tabu para muitas mulheres. E se a viagem for de carro então… pode triplicar esse TABU. Apesar de representarmos 51.8% da população brasileira, é difícil para muita gente aceitar mulheres viajando sozinhas pelas estradas. Até entendo que para muitos, o fator violência, seja um dos principais entraves para que uma mulher não se aventure sozinha numa estrada. Só que para uma grande parte das pessoas, o fator é um só: MACHISMO!

No que depender de mim, os dias do machismo na estrada e no mundo estão contados. Viajar sozinha é umas das melhores formas de empoderamento. Foi na estrada, viajando a trabalho que aprendi a me virar. É na estrada que descortino cenários maravilhosos, que aprendo sobre culturas diferentes dentro de um único país, que conheço “realidades verdadeiras”, que me bato com pessoas incríveis e que me provam que o mundo está cheio de ser humano bom espalhado por aí.

Assumir o comando do nosso carro na estrada, só nós e o rádio, com a nossa playlist preferida e seguindo em direção ao destino que nós traçamos é libertador. Mas é claro que não basta entrar no carro e seguir por aí. Temos que usufruir esse momento com segurança. E por isso eu trago para vocês algumas “trêtas” minhas. Coisinhas que aprendi nas muitas vezes que pego a estrada só:

1 – Revisão

A primeira “trêta”, e a mais importante orientação é: faça a revisão do seu carro. Verifique os óleos e fluidos, troque os filtros todos, verifique os freios, faça alinhamento e balanceamento, confira as condições do pneu estepe, bem como, da chave de roda e triângulo. Lembre-se de olhar se o documento do carro está em dia.

2 – Planejamento

Planeje seu caminho traçando a melhor rota, considere as estradas em melhor estado de conservação. Existem sites que indicam a condição das estradas, tais como o do DNIT. Considere também os serviços disponíveis na estrada (postos de gasolina, serviços de atendimento ao usuário, entre outros…). Se planeje para os pedágios, adquirir um tag de pagamento automático é uma ótima opção, evita filas e a necessidade de ter sempre dinheiro trocado em mãos.

3 – Aplicativos

Utilize aplicativos para montar sua rota (Waze, Google maps, por exemplo), se for preciso, baixe mapas para utilização offline. Leve um guia rodoviário atualizado também. Alguns aplicativos permitem que sua rota seja rastreada durante sua viagem.

Imagem da internet

4 – Programação de paradas

Faça sempre paradas rápidas, com tempo suficiente para fazer o que for realmente necessário. Calcule as distancias com relação à autonomia do carro, programe as paradas necessárias para abastecimento, alimentação e descanso. Lembre-se de que nessas paradas é preciso sempre ficar atenta onde estacionar, com quem e o que conversar (ao descer para ir ao banheiro ou lanchonetes, evitar dizer para onde está indo, dizer que está sozinha…).

5 – Abastecimento

Ao abastecer, se for preciso completar a água do limpador de para brisa, por exemplo, desça e acompanhe o serviço. Evite postos com combustíveis muito baratos e/ou sem bandeiras (marcas), infelizmente existe muita fraude de combustível em nosso país. Calcule sua rota de reabastecimento quando o marcador estiver em meio tanque, essa prática ajuda a evitar problemas no filtro de combustível e até no sistema de injeção pois, caso você abasteça com um combustível ruim o mesmo irá se misturar com o combustível que ainda tem no tanque, diminuindo assim os possíveis danos. Além disso, quando você esvazia o tanque para reabastecer, existe a possibilidade de sucção de sujeiras existentes no tanque para o sistema.

Evite também abastecer logo pela manhã pois, com o reservatório do posto ainda em repouso, a possibilidade de captação de produtos duvidosos em postos desonestos é grande. Em caso de abastecimento com diesel, procure postos com grande circulação de caminhões, é indicativo de combustível mais confiável.

6 – Em caso de dúvidas

Não aceite que nenhum serviço seja feito sem que você tenha certeza de que seja realmente necessário. Na dúvida, entre em contato com um mecânico de confiança e, caso você não tenha percebido anomalias no carro, deixe para verificar a real necessidade numa oficina autorizada ou que você tenha referências. Em caso de real necessidade, acompanhe sempre o serviço que está sendo executado no carro – fotografe, pergunte e, se possível, reporte o serviço que está sendo executado para algum mecânico de confiança e siga as orientações dele.

7 – Nunca deixe faltar

Além dos itens obrigatórios (triângulo e chave de roda), alguns itens são indispensáveis de se ter dentro do carro: papel higiênico, jogo de chave halem, canivete, garrafinha de água, chave de fenda, alicate, silver tape, enforca gatos, chave Philips, flanela, elastic, papel e caneta.

8 – Evite sempre

Evite sempre viajar à noite por uma questão de segurança. Visualizar um animal na pista, por exemplo, é mais difícil à noite. As luzes dos faróis no sentido contrário também prejudicam bastante a dirigibilidade. A disponibilidade de postos de abastecimento é menor no período noturno. Enxergar buracos e obstáculos na pista durante esse horário é mais difícil também.

9 – Ultrapassagens

Dirigir em estrada requer atenção redobrada, preste muita atenção quando for realizar ultrapassagens, só ultrapasse com segurança, na dúvida, não vá! Facilite as ultrapassagens, utilize a seta da esquerda para avisar que não é possível realizar a ultrapassagem e, sinalize com a seta da direita quando observar que há espaço e tempo hábil para que o carro de trás a ultrapasse. Não aumente a velocidade quando um carro estiver te ultrapassando, pelo contrário, dê uma aliviada na aceleração pois, caso contrário, você pode até provocar um acidente.

10 – Velocidade

Respeite sempre a velocidade da pista, dirigir acima ou abaixo da velocidade permitida, além de atrapalhar os outros motoristas, você estará infringido a lei. Preste atenção à sinalização horizontal e vertical da pista. Ao se aproximar de centros urbanos diminua a velocidade e fique atendo aos radares.

11 – Playlist

Uma playlist é sempre uma boa companhia para uma viagem solo e, caso se sinta cansada ou com sono, não exite em parar e descansar. Ah, nunca utilize o celular dirigindo.

Boa viagem!

Comments


bottom of page